No centro de um tronco cortado

Um pequenino broto verde se desponta para a vida.

Suas folhas, como dois bracinhos,

Espreguiçam-se tentando tocar alguns resquícios de luz

Que ainda chegam lá embaixo.

Mesmo sem poder tocar os raios do sol,

O pequenino broto já sabe apreciar

A beleza de toda aquela vida,

O frescor que sobe da terra pelas manhãs,

O canto alegre dos passarinhos ao meio dia,

As chuvas de sereno nas madrugadas…

Ele olha em volta e também gosta de sua casinha.

Aquele belo tronco devia ter sido uma árvore tão bonita!

Mas…quanto mais bonita tanto mais triste,

E quanto mais eu choro…mais gratidão eu sinto!

Obrigado árvore tão bonita…

Por ter existido!

Obrigado árvore tão bonita…

Por me permitir ser feliz aqui!

Categories: Poesias

1 Comment

Deiza Lorentz · 11 de fevereiro de 2022 at 11:51

Maravilhoso e sensivel texto! Muito linda esta transposição de exemplo de superação e de gratidão pelo dom da vida e por tudo que Ele nos deu e continua dando!

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado.